Pesquise pelo número da lei
Pesquise pelo ano da lei
Pesquise pela súmula da lei
NOSSA HISTÓRIA
 
História do Município

A Região onde hoje se situa o Município de Terra Boa era uma área totalmente coberta pela floresta, que pertencia à Companhia de Melhoramentos Norte do Paraná, assim como todo o Norte e Noroeste do Paraná. Por volta de 1950 houve a fundação do patrimônio de Terra Boa, sendo que o mesmo recebeu este nome devido à fertilidade do solo de "terra roxa", tão própria para o cultivo do café e de cereais. Na Região predomina o clima tropical e subtropical, também bastante propício para essas culturas.

Com o início da colonização, para cá vieram pessoas de muitos estados brasileiros, como paulistas, catarinenses, riograndenses, baianos, alagoanos, pernambucanos, mineiros, cearenses, paraibanos, etc. Também imigrantes italianos, japoneses, espanhóis, alemães, poloneses ou seus descendentes, que para aqui trouxeram suas esperanças e a força de seu trabalho. Vinham principalmente para plantar café em pequenas propriedades, adquiridas à prestação. Os registros mostram que foram João Celestino e seu filhos os primeiros moradores do patrimônio, tendo eles chegado em 1951. Logo em seguida vieram Artur Marques, Francisco Mariano, Manuel Evaristo da Silva, sendo o último comerciante e os demais agricultores.
O patrimônio foi elevado à categoria de município em 13/07/55 através da Lei 2.411, desmembrando-se de Engenheiro Beltrão.
Ainda no mesmo ano aconteceram as eleições municipais, sendo Carlos Marcondes a pessoa escolhida, através do voto, para exercer a função de primeiro Prefeito de Terra Boa, tomando posse no dia 14/12/55.
O aniversário de Terra Boa é comemorado no dia 11 de dezembro, sendo esta, portanto uma data simbólica.

Terra Boa foi contemplada em 20/09/1990, com um acontecimento muito importante: "A elevação a Comarca", através da Lei n°9309.

Os Prefeitos que fizeram parte da história do nosso Município foram:

1º Carlos Marcondes (1955 a 1959)
2º Orlando Peraro (1960 a 1963)
3º Dr. Henrique Alves Pereira Júnior (1964 a 1968)
4º Orlando Peraro ( 1969 a 1972)
5º Dr. Miguel Alves Pereira ( 1973 a 1976)
6º Alécio Rampazzo Soccal ( 1977 a 1982)
7º Elso Garcia Segura ( 1983 a 1988)
8º Antonio Carlos Rampazzo (1989 a 1992)
9º Elso Garcia Segura ( 1993 a 1996)
10º Antonio Carlos Rampazzo (1997 a 2000)
11º Antonio Carlos Rampazzo (2001 a 2004)


CURIOSIDADES:

 Em 1975, houve uma grande geada em Terra Boa, ocasionando grande êxodo rural;

 Em 1968 Terra Boa chegou a contar com 41.000 habitantes(entre trabalhadores rurais das redondezas);

 A primeira casa de madeira no patrimônio de Terra Boa foi construída pelo agente de terras da Companhia de Melhoramentos Senhor Anísio Lourenço no local onde é hoje a Fábrica de Confecções Macklife;

 Os primeiros lotes de terra em Terra Boa, foram vendidos em 1951;

 Terra Boa no ano de 1968 contava com 26 escolas(rurais e urbanas) e com uma média de 6.000 alunos;

 A primeira missa em Terra Boa foi realizada dia 02 de julho de 1952, na casa do Sr. Antonio de Oliveira, pelo Pe. Aloísio Jacobi, vigário de Peabirú.


LINHA DO TEMPO


1951 – Chegada dos primeiros moradores.
1952 – Celebração da Primeira missa em Terra Boa (02/05/52).
1954 - Instalação da primeira igreja Evangélica – Congregação Cristã do Brasil.
1955 – Terra Boa foi elevada à categoria de Município.
1955 – Realizadas as primeiras eleições municipais.
1955 – Posse do primeiro Prefeito, Sr. Carlos Marcondes ( 14/12/55).
1957 – Fundação da Escola Estadual Monteiro Lobato.
1958 – Fundação da Escola Estadual Professor Léo Kohler (30/07/58).
1961 – Fundação da Santa Casa de Misericórdia ( 20/09/61).
1962 – Fundação da Associação de Proteção à maternidade e à Infância (06/02/62).
1964 – Fundação do Colégio Estadual Helena Kolody (20/02/64).
1966 – Fundação da Escola Estadual Princesa Isabel (06/07/66).
1968 – Fundação da Escola Estadual Manoel Antonio da Cunha – Distrito de Malu ( 16/07/68).
1968 – Fundação do Asilo São Vicente de Paula (04/68).
1973 – Fundação do Centro de Saúde (15/11/73).
1976 – Fundação da Escola Apostólica São Judas Tadeu – Seminário – (10/03/73).
1987 – Fundação da Escola Municipal Therezinha Apparecida Bagatin (12/03/87).
1987 – Fundação da Escola Especial Arco-Íris – APAE (29/03/87).
1987 – Fundação da Creche Municipal Criança Feliz.
1988 – Fundação do Pré-Escolar Tia Maria Carmem Fernandez 923/09/88).
1988 – Fundação do Centro Cultural Alécio Rampazzo Soccal.
1992 – Fundação da Escola Profissionalizante (23/04/92).
1992 – Fundação da Escola Municipal Manoel Marques Rosa – Distrito de Malu (05/10/92).
1992 – Fundação do Hospital Municipal São Judas Tadeu.
1995 – Fundação do Conselho Tutelar. (24/05/95).
1996 – Fundação do Abrigo “Bom Samaritano”(05/04/96).
1996- Fundação do Pelotão da Polícia Militar.
1997– Fundação do Centro de Estudo de Educação Básica Para Jovens e Adultos Vinícius de Moraes (03/07/97).
1997 - Fundação da Escola Municipal Professor Adriano Franco (21/11/97).
1998 – Fundação do Projeto Piá (05/04/99).
1999 – Fundação do Centro de Convivência Comunitária(28/08/99).
2000 –Inauguração do Ginásio de Esportes “Clodoaldo Della Torre”- Clody (29/04/00).
2001 - Remodelação da Praça João XXIII - Projeto 399 Ruas - Com calçadão.
2002 –Inauguração do Abrigo Provisório(26/03/2002) / Aquisição de um carro para a Secretaria de Educação.


COISAS NOSSAS...
 A Escola Municipal Princesa Isabel faz, há sete anos, a coleta de material reciclável: papel, latas, plásticos. O dinheiro arrecadado com a venda do mesmo é revertido em favor dos alunos da escola.


 A Escola Léo Kolher também coleta latinhas de cerveja e refrigerantes, papéis e garrafas plásticas de refrigerante. Também ali os valores conseguidos são aplicados em benefício dos alunos.

 O Colégio Helena Kolody arrecada latinhas de cerveja, sendo que os fundos angariados são aplicados em equipamentos para a escola, portanto em favor dos alunos.


NOSSA ECONOMIA

Desde o início da colonização, o nosso município dedicou-se e teve no café, o forte de sua economia. Mas em 1.975 após forte geada os cafeeiros já não tão produtivos começam a ser erradicados, acentuando-se essa erradicação na década de 80.
Aproximadamente na década de 90 alguns agricultores reiniciaram o cultivo do café, fazendo o plantio adensado das mudas.
Planta-se mudas de enxerto, sendo que a maior parte do plantio é do café tradicional chamado pé franco.
Atualmente estima-se mais ou menos em 700 hectares em café no nosso município.
Na atualidade a área rural do município é cultivada principalmente com soja, cana – de – açúcar, milho, trigo e mandioca, aumentando muito nos últimos anos o cultivo da soja.
Há também cerca de 5.500 hectares em pastagens e outras culturas e atividades de menor expressão econômica.
Atualmente as indústrias têm um importante desempenho para o município, ofertando emprego para um grande número de cidadãos terraboenses.

ATIVIDADES ECONÔMICAS DO MUNICÍPIO


Estrutura Agrária: Minifúndios. Propriedades em fase adiantada com o incremento de mecanização e adubação.


Agricultura: Cultiva no Município os seguintes produtos: soja, milho, trigo, arroz, feijão, café, algodão e mandioca.
Destaca-se também os produtos: Hortaliças, pois temos no nosso Município: 1 Agro-Vila, com 15 unidades de 5 mil metros quadrados, onde são cultivadas vários tipos de hortaliças, sendo a cultura principal o pepino, pois na
mesma existe uma agro-indústria para processamento de pepino em conserva. Temos 2 vilas Vila-Rural: Nova Jerusalém e Recanto Verde com pequenos produtores.


Pecuária: Destaca-se o rebanho bovino e rebanho suíno. Em Terra Boa há 02 Suinocultores com uma produção de 300 cabeças a cada 90 dias.


Sericicultura: Desenvolveu muitos setores, pois a criação do bicho-da-seda vem trazendo muito incentivo para os pequenos agricultores.


Avicultura: Em Terra Boa, há 12 criadores com uma produção anual de 1.100.000 aves. A capacidade média das instalações é de 18.000 aves. O regime de criação é integrado com o abatedouro.

 
 
 

Horário de Atendimento: 8:00-11:00 E 13:00-17:00